abertura


Curso introdutório e auto-instrutivo sem tempo estipulado para terminar. Faça isso no seu tempo livre.
São sete unidades disponíveis em aula narrada (vídeo) e o conteúdo pode ser acessado em PDF para estudo ou consulta offline.

Conteúdo programático:

  • Tipos metodológicos de estudos
  • Necessidade de informação
  • Fontes de informação
  • Terminologia em saúde
  • Estratégia de busca
  • Resultados da busca
  • Pesquisa avançada

Concluindo as atividades propostas, baixe seu certificado.

Vamos adiante!


Dúvidas: Entre em contato com Elisabeth Biruel <biruelel@paho.org>


Gênero e Saúde: Conhecimento, Análise e Ação

Curso "Gênero e Saúde: Conhecimento, Análise e Ação"

FINALIDADE

O curso "Gênero e Saúde: Conhecimento, Análise e Ação" fornece conhecimentos básicos sobre a incorporação de gênero na saúde. Demonstra como gênero constitui um determinante da saúde; orienta os participantesno planejamento do seu trabalho; e introduz técnicas simples para a incorporação de gênero na prática de saúde pública.

OBJETIVOS

  1. Ampliar o conhecimento e consciência de como sexo, normas e papés de gênero, relacionamentos e outros determinantes da saúde estão relacionados com os resultados em saúde.
  2. Iniciar a construção de um conjunto de habilidades analíticas para análise de gênero e sua aplicação no contexto da saúde pública.
  3. Entender como o setor da saúde pode usar ferramentas de análise de género para efetivamente reduzir as desigualdades na saúde.

    (Aguarde inscrições serão lançadas em breve)

Essa iniciativa aborda processos de tradução do conhecimento e proporciona o intercâmbio entre gestores, pesquisadores e representantes da sociedade civil na gestão dos serviços e dos sistemas de saúde informados por evidências científicas. Trata-se de um curso financiado por meio de recursos públicos federais fruto de uma parceria entre a BIREME/OPAS/MS e o Ministério da Saúde por meio da EVIPNet Brasil.

Objetivos do curso

  • Apresentar os conceitos básicos de políticas informadas por evidências e o uso das ferramentas SUPPORT (SUPporting POlicy relevant Reviews and Trials);
  • Estimular a cultura do uso de evidências no processo de tomada de decisão em sistemas, programas e serviços de saúde;
  • Oferecer subsídios às áreas técnicas para formulação e implementação de políticas informadas pelas evidências científicas disponíveis.

Metodologia

Trata-se de um curso totalmente online e autoinstrutivo, estruturado em módulos que operam de forma articulada entre conteúdo, exercícios de fixação, estudos de casos reais e sugestões de leituras.

Público alvo: Gestores de todas as esferas governamentais, apoiadores das áreas técnicas relacionados com o sistema de saúde e pesquisadores interessados nos processos de tradução do conhecimento científico.

Carga horária: 40 horas

O curso esta temporariamente fechado para atualização e em breve estará aberto para acesso.

Esta é uma iniciativa da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) e Ministério da Saúde do Brasil para apoiar as ações de vigilância e controle das Leishmanioses.

Módulo I: Leishmaniose Visceral 
Unidade 1: Epidemiologia
Unidade 2: Imunopatogenia
Unidade 3: Diagnóstico de laboratório 
Unidade 4: Diagnóstico clínico e diferencial
Unidade 5: Tratamento

Público-alvo:
Médicos e outros profissionais de saúde responsáveis ou que realizam função de apoio aos pacientes com leishmanioses ou gestão ao programa de leishmanioses.

Carga horária: 40 horas de duração. 
Inscrição: ilimitada
Previsto: aberto – acesso livre e gratuito

Certificados Reconhecidos pelos: O Ministério da Saúde (MS), a Organização Pan-americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde OPAS/OMS

Atenção: Após fazer sua inscrição você terá acesso a um questionário que tem por objetivo contribuir para elaboração de indicadores internos do curso e possibilitar a obtenção de resultados referentes ao processo ensino/aprendizagem.

Somente para os profissionais médicos: realizar os estudos de casos clínicos, que são essenciais para a avaliação das unidades do curso.

O conjunto de vídeo-aulas ‘Aedes aegypti – Introdução aos Aspectos Científicos do Vetor’ foi pensado para ajudar na rotina de diversos públicos: estudantes, professores, profissionais de comunicação e interessados em conhecer mais um pouco sobre a dengue e seus impactos.

A iniciativa em forma de vídeo-aulas traz, de forma simples e objetiva, conhecimentos científicos que podem de fato ajudar na abordagem do tema e na qualidade das informações que chegam ao público. Os assuntos são variados, incluindo orientações sobre combate aos focos do mosquito, diferenças entreA. aegypti e pernilongo doméstico, informações sobre o vírus, a história do Aedes e como ele se espalhou pelo mundo, além de dados sobre o comportamento do mosquito, conhecido por sua característica oportunista.

As vídeo-aulas são disponibilizadas em 10 módulos temáticos, que podem ser assistidos separadamente, com duração entre 2 e 15 minutos cada, e também em versão integral. A iniciativa é uma realização do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) no âmbito do Projeto Desenvolvimento e Avaliação de Novas Tecnologias e Estratégias de Vigilância e Controle de A. aegypti no Brasil (Pronex-Rede Dengue), financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e pela Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro. Todos os conteúdos foram verificados e aprovados por pesquisadores especializados no Aedes aegypti.

As vídeo-aulas são divididas em dez módulos, mais a Apresentação do Projeto:

Apresentação
1 – O Aedes e sua História
2 – Biologia do Aedes
3 – Criadouros e Hábitos
4 – Aedes x Culex
5 – Estratégias de Controle e Vigilância do Vetor
6 – Armadilhas: Vigilância ou Controle?
7 – Mitos e Verdades Sobre Dengue
8 – Campanha 10 Minutos Contra Dengue
9 – Mosquito X Vírus
10 – Novas Alternativas de Controle do Vetor

O curso é gratuito e não confere certificado.


Esta é uma iniciativa da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) e Ministério da Saúde do Brasil para apoiar as ações de vigilância e controle das Leishmanioses.

Módulo II: Leishmaniose Tegumentar
Unidade 1: Epidemiologia
Unidade 2: Imunopatogenia
Unidade 3: Diagnóstico de laboratório 
Unidade 4: Diagnóstico clínico e diferencial
Unidade 5: Tratamento

Público-alvo:
Médicos e outros profissionais de saúde responsáveis ou que realizam função de apoio aos pacientes com leishmanioses ou gestão ao programa de leishmanioses.

Carga horária: 40 horas de duração. 
Inscrição: ilimitada
Previsto: aberto – acesso livre e gratuito

Certificados Reconhecidos pelos: O Ministério da Saúde (MS), a Organização Pan-americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde OPAS/OMS

Atenção: Após fazer sua inscrição você terá acesso a um questionário que tem por objetivo contribuir para elaboração de indicadores internos do curso e possibilitar a obtenção de resultados referentes ao processo ensino/aprendizagem.

Somente para os profissionais médicos: realizar os estudos de casos clínicos, que são essenciais para a avaliação das unidades do curso.